Cícero, denunciando Catilina no Senado

Cícero, denunciando Catilina no Senado

30 julho, 2007

A explicação

Acabei de esclarecer o mistério. O que leva um grupo de jovens, como agora se diz, a trocar a indolência própria da idade e das férias escolares pela inauguração de um qualquer novo "recurso educativo", como agora se diz, numa qualquer escola deste sítio a que ainda se chama Portugal?
É simples. Militância, consciência política, espírito participativo na coisa pública, enfim, civismo. Jovens das duas espécies acima retratadas, entusiasmam-se com o Sr. Eng.º Pinto de Sousa, Grande e Amado Líder, e querem estar junto dele, aprovadores e agradecidos, quando aponta novos rumos à Pátria. Aquilo era tudo malta da mocidade portuguesa ou guardas vermelhos tomados de fervores serôdios da Revolução Cultural.
«Quais férias, qual quê, 'bora lá p'rá escola ó cambada», foi o que gritaram os petizes em uníssono, saboreando de antemão a antecipação do ansiado novo ano lectivo e correspondente regresso às aulas. Ou isso ou foram aprender como arranjar um diploma "simplex"; ou então alguém lhes pagou com que irem à piscina e comprarem um boné...

12 comentários:

Anónimo disse...

esta Pátria está tão deprimente que nem há forças para comentar
Torquemada Suave

Joana disse...

Eu queria ver é o que é que estes campeões da ética política e da moral diriam se fosse o Santana a fazer algo parecido.

Zé Dias da Silva disse...

Não há mistério. São, foram €30 para cada um.
Nem todo o trabalho infantil é vil.

FMS disse...

Cantando e rindo sob a égide do timoneiro, quanto mais analfabeto e pintas do IC19 melhor - eis os socialóides.

Z� do Pico disse...

Isso � tudo muito lindo, mas o gajo que escreveu essa prosa agora t� com os ossos na �gua e n�o � seguramente por tortura da PIDE. Est� de f�rias e a rir-se do povinho... Devias era estar a trabalhar.

Tortor disse...

É verdade. Um malandro, digo eu. A desbaratar a bicheza marinha sem dó nem pieadade.

Grunfo disse...

Este Blog anda um bocado desalinhado! Ainda não percebeu a dificuldade da construção do novo português, que não se coadugna com desalinhamentos!

A persistência no tratamento de Sua Excelência o Sr Primeiro Ministro de Portugal Sr Engenheiro José Sócrates, por Pinto de Sousa, revela uma má-fé e uma acintosidade que raia a traição à Pátria. A investigar e à atenção de quem de direito.

Note-se que Ilustres Magistrados independentes do Ministério Público já concluiram com a devida isenção, e em Inquérito rigoroso, que o Sr Engenheiro José Sócrates até foi prejudicado na Universidade Independente, havendo outros colegas que tiveram ainda maiores facilidades.

Haja assim respeito e páre-se com toda esta sandice. Até porque connosco quem dá, leva!

Do seu, Grunfo

Joana disse...

Sua Ex.ª o Sr. Grunfo que vá resfolegar para onde lhe aprouver. Olhe, por ex., para a CC. Aqui não.

Anónimo disse...

ó Joana tem lá calma cachopa. Tou a ver que a ironia e o sarcasmo do texto te escapou por completo. Engoliste aquilo com anzol, molinete e tudo.

Uma vez que não conseguiste ler, eu vou fazer um desenho. O coment de cima do Grunfo, moi même, é de gozo, puro. O Pinto de Sousa usado pelo Kzar foi lançado por nós no Porco e ele e bem adoptou, que também é da casa. (www.tapornumporco.blogspot.com)

e que raio é a CC onde posso resfolegar? A comissão de Coordenação, o Comité Central? aí perdi-me.

Por outro e se há mais gente por aqui a comungar da tua burrice, também não me custa ficar pelo Porco. Sempre tem menos controleiros e os que há têm o verniz mais duro.

e já agora meto o Coment como posta no Porco. a ver se alguém sabe ler isto.

ass: Grunfo, a resfolegar

PS: ó Kzar mas que raio de clientela tens tu por aqui? irra!

joaninha disse...

Ha, agora que fizeste um desenho percebi. E se és do do tapor só podes ser boa gente. As minhas desculpas e volta sempre. Digo eu, por que a casa não é minha.

Anónimo disse...

Joaninha, eu também já fiz um mea culpa lá no porco, até sms`s recebi de malta preocupada. até já me sentia um orson welles a meter marcianos em new jersey versão ratazana pinto de sousa.

grunfo

Kzar disse...

É pá, só agora é que vi esta confusão toda (sim, voltei das curtas férias); e já agora: foram pouquíssimos os peixes que matei - esta vida é um vale de lágrimas, catano.