Cícero, denunciando Catilina no Senado

Cícero, denunciando Catilina no Senado

30 janeiro, 2008

Permitido rir (mas não muito)

Marinho Pinto na Sessão Solene de Abertura do Ano Judicial
«(…)
A primeira obrigação de quem participa na administração da justiça é pugnar pelo seu prestígio e pela sua dignificação. E a primeira condição para que a justiça seja respeitada numa sociedade democrática é que os seus agentes se respeitem reciprocamente. Ninguém respeitará a justiça se os seus agentes não se respeitarem uns aos outros.
(…)»

2 comentários:

Neo disse...

Esta criatura de meninges estreitas vai ser a desgraça da advocacia portuguesa. É bem feita, eles é que o elegeram.

Saneador disse...

Está proporcionada à magistratura que temos. Alea jacta est